Blog Wasser Advogados: 22/09/13 - 29/09/13

sábado, 28 de setembro de 2013

Como desenvolver sua estratégia em mídias sociais


O marketing em plataformas digitais é cada vez mais importante para quem deseja fortalecer a atuação de sua empresa

As facilidades oferecidas pelas redes sociais são sedutoras, mas, como todos os investimentos publicitários, necessitam de um bom planejamento. As estratégias devem ser, sobretudo, apoiadas na tríplice: conteúdo, produto e relacionamento, que entra em constante melhoria alimentada pelos dados de monitoramento.

Enquanto as ações de conteúdo engajam, as estratégias de relacionamento constroem laços com os consumidores e as iniciativas de produto buscam alcançar objetivos específicos relacionados à venda.

Porém, mesmo que estruturadas de maneira independente, todas essas frentes devem estar integradas e abastecidas pelo trabalho de monitoramento com métricas. Desta forma, é possível verificar se suas estratégias estão sendo realmente eficazes.

Conteúdo

Inspire e engaje seus seguidores. Seja criativo no momento da redação e da escolha de imagens ilustrativas. Estimule a participação de seu público, questionando-o sempre que possível, e fomente a produção colaborativa, fazendo com que os próprios clientes escrevam sobre a marca e produtos.

É interessante, também, saber usufruir das informações de outros canais, a fim de complementar o seu. Realize uma boa curadoria de conteúdo em sites e blogs de interesse semelhante à sua marca. Por último, não se esqueça de definir a regularidade do conteúdo postado. A frequência e horário das postagens devem variar conforme cada rede social.

Relacionamento

É essencial lembrar que as redes sociais servem, também, como canal de atendimento, logo, a interação com o público deve ser permanente. Um dos principais objetivos deve ser a resolução de possíveis problemas, demonstrando responsabilidade e comprometimento. Mesmo realizando um trabalho impecável, entenda que sua empresa está passível de criar vínculos positivos e negativos com clientes. Esteja atento a evangelizadores e agressores da marca: eles podem ser fundamentais na reversão de possíveis crises.

Produto

Como canal de divulgação, as redes sociais são ótimas ferramentas para a realização de promoções e descontos exclusivos. Uma tática útil é utilizar datas comemorativas e calendários promocionais para oferecer vantagens ao público. Prepare chamadas e imagens interessantes a fim de mostrar o melhor de seus produtos e serviços. Apenas atente para o uso de fotografias com direitos autorais e evite texto excessivo.

Monitoramento

Saber o que está sendo falado em mídias sociais sobre sua marca, produtos, serviços e concorrentes é essencial para embasar qualquer estratégia de redes sociais. Assim, você pode observar os assuntos que estão em alta no momento e o que seus clientes estão falando. 

O monitoramento irá guiar suas ações de conteúdo, produto e relacionamento, medindo a reputação de sua marca e o impacto das ações realizadas. Além disso, a estratégia de monitoramento possibilita antever e até reverter possíveis crises, assim como identificar pontos de melhoria e oportunidades de mercado.




Aproxime-se ainda mais do seu público com as redes sociais



2012 consagrou as redes sociais, especialmente na relação entre clientes e empresas, e a aposta de especialistas do setor é que em 2013 só cresça a importância de estar conectado. Se você ainda não colocou sua empresa nas redes sociais, está na hora de planejar. E a Itaú Comunidade Empresas te ajuda com isso!

Por que é importante estar nas redes sociais? Em uma espécie de nova versão do “boca a boca”, você está presente nas ferramentas que as pessoas usam diariamente. Nas redes você pode divulgar – e seus clientes compartilham – informações sobre produtos, serviços e promoções até criar e fortalecer a imagem da sua empresa, compartilhando informações e valores de acordo com o seu negócio. É uma excelente oportunidade, também, de saber o que as pessoas pensam sobre seus negócios.

Quais são as principais redes sociais? Existe uma infinidade de redes sociais, e muitas delas você já deve conhecer. Mas vamos destacar aqui quais são as mais movimentadas e por que vale a pena estar nelas.

Facebook – Atualmente, é a rede social mais importante com mais de um bilhão de usuários em todo o mundo, 54 milhões só no Brasil – e 51% desse total frequenta a rede todos os dias. Com público amplo, é válido ser usado por empresas de diferentes segmentos e áreas de atuação.

Twitter – Com mensagens curtas (de até 140 caracteres), o microblog é ideal para transmitir informações menores e, por meio de links, instigar o usuário a saber mais em site ou outro espaço. A rede tem mais de 500 milhões de usuários em todo o mundo, com cerca de 200 milhões de contas ativas. O Brasil é o segundo país que mais usa o Twitter: mais de 40 milhões.

Foursquare – Os usuários mostram aos seus amigos onde eles estiveram, e podem compartilhar em outras redes sociais, como o Twitter e Facebook. É uma boa rede para os negócios que recebem os clientes no local, como clínicas, salões, espaço de festas e eventos, bares, escolas, restaurantes, lojas, espaços culturais, etc. E para movimentá-la, você pode oferecer brindes e descontos aos usuários que fizerem o check-in.

Quais são os benefícios? A lista é grande. A presença de sua empresa nas redes sociais aproximam seu negócio de seus consumidores e potenciais clientes, melhorando o relacionamento, aumentando o alcance das suas informações e serviços, possibilitando interação e enriquecendo as formas de atuar e traz resultados tangíveis e intangíveis.

Quanto vale o investimento? Sua empresa nas redes sociais é essencial. Para otimizar isso, você pode colocar no planejamento de seu negócio e orçamento a contratação de um profissional especializado ou uma agência que, junto com você, trabalhará para dar maior relevância com conteúdo focado e planejado e analisando os resultados. No entanto, você ou um de seus funcionários podem, de início, administrar essa presença online.

Fonte: Comunidade Empresas Itau

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

9 qualidades de empreendedores fora de série


Empreendedores fazem o inesperado de maneira positiva e útil. 

Confira nove qualidades que podem tornar o seu trabalho mais arrojado também

Entre os possíveis significados apresentados pelo dicionário Michaelis para a palavra empreendedor está o “de uma pessoa que se aventura para realizar coisas difíceis ou fora do comum”. Por esse sentido já podemos perceber que esses indivíduos são arrojados, extraordinários. Mesmo sabendo que não há perfeição e que muito do sucesso de empreendedores está na antiga dinâmica de erros e acertos, você pode aproveitar as qualidades dessas pessoas para aprimorar seu trabalho também.

Confira nove qualidades de empreendedores fora de série: 

1. Encontram felicidade no sucesso de outras pessoas

Essa felicidade pode estar na satisfação dos clientes e na boa qualidade dos resultados alcançados por outros membros da equipe, por exemplo. No final, as conquistas de outros indivíduos podem ser motivo de felicidade para qualquer um. A solidariedade e humildade são características essenciais para que qualquer profissional seja considerado fora de série.

2. Buscam novas experiências implacavelmente

A busca equilibrada por coisas novas é algo saudável, que mantém as pessoas felizes e em constante crescimento pessoal e em outras áreas. Ao combinar a curiosidade com a coragem e a vontade de fazer algo útil ou transformador, as pessoas estão mais próximas de cumprir esses objetivos de maneira brilhantemente inesperada.

3. Estilo de vida e trabalho são coisas similares

Ao invés de buscar o quase inalcançável equilíbrio entre a vida pessoal e o trabalho, os empreendedores possuem a capacidade de fazer com que ambos sejam as mesmas coisas em um sentido apaixonante e realizador. Todas as coisas funcionam no sentido de completarem quem eles são, pois no fim das contas todos os papeis que você pode desempenhar na vida se resumem a um só: você mesmo.

4. São incrivelmente empáticos

O objetivo dos empreendedores, em geral, é corresponder a uma necessidade existente e resolver um problema de forma eficiente e inovadora. Para cumprir essa meta é imprescindível se colocar no lugar dos outros e enxergar pelos olhos deles. Apenas com a empatia é possível realmente resolver o problema de maneira satisfatória.

5. Têm algo a provar para si mesmos

Empreendedores fora de série são motivados e comprometidos com algo muito profundo e pessoal. Seja o que for, eles desejam provar algo a si mesmos de tal maneira que, com seus resultados, muitas outras pessoas são servidas e alcançadas.

6. Ignoram os padrões de trabalho

Se você está realizando algo extraordinário, qual a razão para seguir qualquer tipo de padrão ou rotina de trabalho cegamente? Nenhuma. A liberdade permite criar e inovar sem fronteiras burocráticas desnecessárias.

7. O dinheiro é uma responsabilidade, não uma recompensa

Encarar o dinheiro somente como uma recompensa pessoal é uma grande armadilha. Você pode estar pensando, “mas trabalhei tanto para isso! Mereço tal coisa!”. Pensar de tal maneira irá levar qualquer um a extravagâncias financeiras que se tornam insustentáveis para qualquer sucesso financeiro. Veja o dinheiro como uma responsabilidade e caminho para que seu negócio possa se desenvolver ainda mais e melhor.

8. Não se veem como fora de série

As redes sociais fazem com que qualquer um vire seu próprio marqueteiro. Esse comportamento pode ser equilibrado e até mesmo necessário, mas se mal feito assume proporções exageradas e com efeitos negativos. Aí está a diferença de empreendedores fora de série: não se enxergam de tal forma, mas desempenham um bom trabalho que procede a fama.

9. O respeito e a dignidade estão acima do sucesso

Isso vale para si mesmos, para suas famílias, para seus funcionários, colegas de trabalho e assim por diante. Independente dos saldos e conquistas, os empreendedores fora de série não deixam que o respeito e a dignidade de ninguém sejam menosprezados por conta do sucesso e arrogância.

 
Fonte: noticias.universia.com.br


domingo, 22 de setembro de 2013

TIM e Net são multadas em cerca de R$ 4,5 milhões pelo Procon-DF




Punição é consequência de desrespeito ao Código de Defesa do Consumidor, diz autarquia
Empresas têm dez dias para apresentar recurso. 
 
 
BRASÍLIA - A Secretaria de Justiça do Distrito Federal e o Procon-DF anunciaram nesta quinta-feira a aplicação de multa de R$ 3.688.920 à empresa de telefonia Tim e de R$ 685.440 contra a Net, em função das infrações ao Código de Defesa do Consumidor (CDC) registradas na autarquia. As empresas tem dez dias para apresentar recurso e, encerrado o prazo, terão mais 30 dias para liquidar o débito, sob pena de serem inscritas na dívida ativa.
 
Segundo o órgão, a multa aplicada à TIM é referente a 87 reclamações feitas por consumidores, e o valor arbitrado à Net é decorrente de 33 reclamações registradas por consumidores no Instituto de Defesa ao Consumidor. As reclamações relacionadas a cada empresa foram agrupadas em um único processo, estratégia legal que possibilitou a aplicação de uma penalidade maior.
 
“São os primeiros resultados da Operação Linha Dura, que lançamos em maio para coibir abusos e agora estamos punindo, com rigor, as operadoras infratoras", disse o secretário de Justiça do DF, Alírio Neto. A iniciativa surgiu da necessidade de empreender medidas específicas para lidar com empresas que lideram o ranking de reclamações no Procon-DF.

Recusa de substituição de produtos, recusa de reexecução dos serviços sem custo adicional, descumprimento de oferta, cobrança indevida, negativa de restituição em dobro de valor cobrado indevidamente e a não exclusão do nome do consumidor do cadastro de inadimplentes foram algumas das principais irregularidades cometidas pelas empresas multadas. No ano passado, os serviços de telefonia foram responsáveis por 17.030 atendimentos e este ano ocupam os primeiros lugares nos rankings de atendimento.
 
Para definição dos valores, foram consideradas a condição econômica da empresa, quantidade de reclamações, gravidade de cada infração, vantagem auferida, entre outros aspectos. “Vamos fazer valer cada reclamação do consumidor, que muitas vezes se torna refém das infratoras. Não vamos passar a mão na cabeça de ninguém”, disse o diretor do Procon-DF, Todi Moreno.
 
A assessoria de imprensa da Tim informou que a empresa "não foi notificada pelo Procon-DF e, após análise do teor da decisão, irá se pronunciar sobre as medidas cabíveis" e informou que a empresa vem investindo no DF com o intuito de aprimorar os serviços e diminuir o número de reclamações no Procon. Procurada pela Agência Brasil, a assessoria de imprensa da Net não deu nenhuma declaração até o momento do fechamento da matéria.

Fonte: IDEC, O Globo.